De volta aos estudos

Era hora de recomeçar. Há anos eu estava fora da escola e precisava me dedicar aos estudos. Não foi uma opção minha. Na verdade, foi meio que obrigatória essa situação. Ou eu trabalhava ou a minha família passava fome. E aí? O que você faria no meu lugar? Mas eu sempre fui um leitor assíduo e entendia de muitas coisas, ao ponto que as pessoas conversavam comigo e me tiravam como alguém com certa formação acadêmica.  Eu escrevia e falava muito bem pra alguém que não possuía nem o ensino fundamental completo.

Tá. Depois de um ano vivendo na Baixada Fluminense, eu decidi abandonar o emprego de carteira assinada pra ter e oferecer tempo aos estudos. O tempo estava passando, eu estava envelhecendo. Algo precisava ser feito. Me inscrevi no CES – Centro de Estudos Supletivos – Professora Rosa Soares, em Mesquita – RJ. Passei por algumas reuniões e então estava aprovada a minha matrícula.

Parei de estudar no 7º ano, a antiga 6ª série. Havia um caminho longo a ser trilhado. O esquema do CES é o seguinte, mano: tu recebe apostilas, estuda em casa e volta no dia que quiser pra fazer a prova. Pô, eu frequentava aquela escola todos os dias. Geral pirava nisso. Como pode? Eu ia todos os dias, fazia a prova e passava com notas altíssimas. O segredo? Eu li muito quando estava longe da escola. Mas a matemática… Escrevo sobre isso depois!

Só é permitido fazer uma prova por dia, mas eu desenrolei, insisti e consegui eliminar a disciplina de Inglês em um único dia. Fiz todas as provas de Inglês do ensino fundamental em um único dia e passei, com notas altas. Me gabo disso? Eu estudava inglês em casa, por conta própria, mesmo sem ir à escola. Quando você busca conhecimento, você o encontra. Pode ter certeza. E assim eu fui seguindo… Eliminando matéria por matéria até que…

…Continua no próximo capítulo.

Gostou? Então, compartilha com a tua rede. Já é?

Abs

@PetterMC

Anúncios

3 pensamentos sobre “De volta aos estudos

  1. É legal acompanhar seu “Diário” que tá mais para suas “Memórias” Petter. É gratificante conhecer a trajetória de uma pessoa que cresceu mesmo tendo todas as dificuldades do mundo. Belo exemplo camarada!

  2. Pingback: Até que… « Diário de um MC

Véi, disserte sobre o assunto!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s