Vagabundo demoniza demais as coisas

Ontem fui a uma dinâmica de grupo para seleção da ESPOCC – Escola Popular de Comunicação Crítica, onde pretendo cursar Publicidade Afirmativa com habilitação em Audiovisual. Clique nos links e saiba que o bagulho é foda, mané. Anyway, não é exatamente sobre o curso que quero falar nesse momento, pois ainda receberei a notícia da minha aprovação ou reprovação amanhã.

Durante a dinâmica de grupo, fomos interpelados por questões “sem resposta certa ou errada”. Perguntas provocadoras, as quais nos estimularam a responder com sinceridade e baseado em nossa própria opinião ou conceito. Pois bem!

Duas perguntas causaram bastante polêmica:

1 – Você acha importante a parceria do Estado com ONGs e OSCIPs?  É certo? 
A maioria acha importante, mas uma parcela disse que o Estado é muito filho da puta e que não rola esse tipo de diálogo ou parceria; que não deveríamos dialogar com o Estado; que não deveríamos aceitar o dinheiro do Estado; que o Estado poderia corromper os valores do projeto, etc.

2 – Se a Globo te ligasse para veicular um filme do seu projeto, você aceitaria? 
Aí é que o bagulho ficou neurótico mesmo. Pra você sentir o drama, o TCC da Espocc resultará em filme publicitário e ele poderá ser veiculado em TV, sim. Teve mano dizendo que não aceitaria por nada, porque a Globo é safada; porque a Globo apoiou a ditadura; porque a Globo não tem negros nas novelas; porque a Globo não tem caráter; poque a Globo é a mídia mais cruel de todas, etc. Até parece que a Globo é uma massa homogênea, feita por uma pessoa só. A Globo é feita de pessoas, véi. Muitas pessoas. Então, se você discorda de coisas que têm lá, entre e faça a sua parte para mudar. Vai ficar de fora achando que a Globo é o demônio e você o santo?

Quando chegou a minha vez de responder à pergunta, fiz questão de dizer que já recebi essa ligação da Globo e por causa dela, meu rap toca de segunda à sexta no RJTV. Eu não me vendi. Eu sou um cara de periferia que conquistou um espaço foda na maior rede de TV do país. A Globo paga meu plano de saúde, paga meu almoço nos dias de trabalho, me dá um salário fixo para sustentar minha família. E se eu a demonizasse em tudo e recusasse aquela ligação de dois anos e meio atrás?

A gente tem que pensar em conquistar espaços, porra! Vamos ficar criando guetos até quando? O capital é filho da puta? É! Mas podemos sugar coisas boas desse filho da puta. É melhor ser um vírus e revolucionar um organismo… Pense.

@PetterMC

 

Anúncios

Véi, disserte sobre o assunto!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s